Gás natural: Cartilha

Mercado Brasileiro

As perspectivas são de que essa participação aumente ainda mais, passando para 15,5% em 2021, segundo estimativas da Empresa de Pesquisa Energética. Mas esse aumento pode ser ainda mais expressivo, se o potencial brasileiro for adequadamente explorado. O Brasil possui 38 bacias sedimentares, com grande potencial de disporem de reservas de hidrocarbonetos, sendo que as mais importantes somam 7,5 milhões de km². Hoje, menos de 5% do potencial total está concedido para exploração e produção, e apenas 6% da área concedida está em fase de desenvolvimento e produção.

Atualmente, são basicamente três as fontes de oferta de gás natural no Brasil:

- Nacional, que corresponde em média a 54% da oferta doméstica;

- Importado da Bolívia, responsável por abastecer 40% do mercado brasileiro;

- Liquefeito (importado de outros países produtores), que tem participação relativamente pequena na composição da oferta, de cerca de 9%.

 

Fonte: Cálculos ABRACE com base no Boletim Mensal de Acompanhamento da Indústria de Gás Natural do Ministério
de Minas e Energia, número 63, junho de 2012.